Resenha - 100 Folhas de Amor



Conheça essas 100 Folhas de Amor.

Título: 100 Folhas de Amor
Autor:  Manoel A. R. Borges.
Páginas: 200.
Links: Blog do autor | Página do Facebook



Olá, Livrófilos! Hoje venho trazer para vocês um livro maravilhoso. Um livro lindo que fala do amor e suas diferentes formas. O amor de uma família, entre um casal, o amor de uma amizade... enfim, o amor.





E quem não gosta de falar do amor? Acho que todos gostamos, né? E quando a gente tem 100 Folhas de Amor para nos apaixonarmos?

O livro 100 Folhas de Amor, recebi de presente do autor Manoel Assis. E chegou nada mais, nada menos do que no dia do leitor — o que é um belo presente, não acha? —. Acho que nem preciso falar que fiquei imensamente feliz.

O livro é recheado do início ao fim de poesias que falam do amor. A seguir, um pequeno resumo feito pelo próprio autor, Manoel Assis, falando um pouco sobre o livro.


É um livro de poesias que falam do amor em suas diversas formas. Nele, o leitor lerá sonetos, trovas, quadras, versos brancos, frases, e todos eles, de algum modo, versam sobre o amor. O lirismo predomina. Na sua maioria, os textos foram escritos quando da adolescência do autor (começou a escrever por volta dos 14 anos de idade). É um livro de 200 páginas, com aproximadamente 140 poesias. O título refere-se ao número de folhas do livro (100 folhas), todas com abordagens sobre o amor.
— O autor


Irei expor para vocês alguns fragmentos e quatro poesias retiradas do livro. Leia, encante-se, apaixone-se e delicie-se com 100 Folhas de Amor.





[...]
E quem precisa de herói, quando se tem um pai aguerrido
Destemido, trabalhador,
Da guerra da vida, um vencedor?
[...]


Com você

Estar com você
é caminhar num paraíso
de curvas tão retas
de flores abertas
e avançar na madrugada
sem sono e sem nada
e nos seus braços sonhar

É seguir por horizontes
onde não há fronteiras
sem eira nem beira
e dormir nas ribanceiras
de um rio de amor

É andar por trás dos montes
em planícies distantes
e sentir a brisa do tempo
soprando num peito ardente
em chamas de ardor.


Você é essa coisa boa, docemente cheirosa
Que só acontece uma única vez na vida da gente
E, mesmo assim, passa tão rapidamente
Que deixa um rastro de energia gostosa
[...]





Encontros e desencontros

Nossa vida é feita de encontros...
Ora encontramos pessoas
Nas calçadas, andando à toa;
Ora são grossos troncos,
que nos encontros, magoam.

Há encontros que são chegadas,
Outros qão despedidas insquecíveis...
Há aqueles no meio da estrada,
De desejos perecíveis.

São tantos os encontros...
Alguns nem chegam a tanto!
Há quem diga que em cada canto
Há um encontro acontecendo...
Que sempre termina em canto...
Ou em pranto...

Muitos falam em desencontros...
São os encontros deslocados da certeza.
A porta se faz fechada no fim
E se sente a dor com mais dureza.

De todos os encontros acontecidos,
Muitos deles foram descaminhos,
Pena que não te encontrei por aí!...
Talvez nunca houvesse espinhos
Nem escorregasse onde mais caí.


[...]
Sei que me amas,
Pelo teu olhar...
O que seria de mim, sem ele?
E, por ele, irei sempre te amar!





Nossos Segredos

Em cada um de nós há uma alma
Sensível ao canto dos pássaros
Ao som dos ventos
E ao silêncio dos pensamentos.

Há também paraísos escondidos
Puros como o mel.
São segredos bem guardados
E somente desvendados
Quando aflora a louca paixão.

Esta emoção inexplicável
Que chega destronando a razão
E permitindo o existir do ser.
É o único modo de não se viver em vão...
É amar sem preconceito
E sem medo...
E dando vazão
Aos desejos nascidos no coração.


[...]
Quando se ama, as palavras não importam
[...]


A amiga dos sonhos

Sempre sonhei ter uma amiga maravilhosa
Mas não precisava ser tão magnífica
Nem tão linda
Podia ser de qualquer cor
Só queria que fosse como uma flor
Que me encantasse todos os dias
Fosse sempre a minha alegria
A amiga predileta
A mais amada e querida
Aquela que mais sincera fosse
A fraterna companhia
E de mim fosse uma irmã
Para dividirmos um coração
Compartilharmos os segredos
Vivermos em comunhão
A amiga que sonhei
Teria o meu amor por inteiro
A minha fidelidade canina
E nos momentos de dor
Pediria ao Deus celeste
Em muitas preces
Orações divinas
Que confortasse a menina
Que meu amor de amigo encontro
E da vida nada mais cobraria
Pois o tesouro mais desejado
Num dia santo havia encontrado
Hoje com o passar dos anos
O que sonhei virou verdade
Deus de misericórdia e realidade
Fez-me conhecer você
Que é tudo o que sempre sonhei
Multiplicado por vezes
As tantas que te esperei.


[...]
Mãe querida, a ti devo tudo!
Se é que tudo é o mundo,
Se é que o mundo é a vida.
[...]




Tive um grande prazer em conhecer e ler esse livro. Não tenho nada do que reclamar, apenas a agradecer e dizer o quanto amei.





E aí? Deu pra sentir um pouco da delícia que é esse livro maravilhoso? Diga pra mim nos comentários. :D

***


[[emi]]

Comentários

Clique aqui se os comentários não aparecerem.