Tag - Aiono Book Tag




Gente, o que foi 2016, hein? Aqui no Livrofilia foi um ano bom, já que conseguimos dedicar um pouco mais de tempo pra postar coisas legais apesar de tudo. E pensando nisso eu, Camila, "criei" uma Tag baseada em algo que eu descobri esse ano: os covers do Alex Aiono.


Ele tem um canal no YouTube onde posta covers e músicas originais, além de já ter aberto alguns shows na vida e de protagonizar uma webserie chamada Royal Crush. Então, me baseando em alguns covers que ele já gravou, bolei 7 pontos bonitinhos pra gente pensar. Ah, e vou deixar as respectivas músicas numa playlist no final do post pra vocês ouvirem se quiserem 😉

  1. HOW DEEP IS YOUR LOVE - Aquele livro que te conquistou na primeira página
    Uma das coisas mais apaixonantes em alguns dos vídeos do Alex é o sorrisinho que ele dá logo nos primeiros segundos. Aí você fica presa na música desde o momento por causa desse bendito sorriso.

    Um dos meus livros favoritos da vida é À Procura de Audrey, da Sophie Kinsella. Nele, Audrey tem que lidar com os vários transtornos causados pelo trauma de ter sofrido bullying na escola. Parece triste? Até que sim, mas o mais maravilhoso de tudo é que, apesar do livro tocar num assunto delicado, a história não tem um clima pesado. Muito pelo contrário, ela é tão leve e verdadeira que começa com um "Ai, meu Deus, mamãe surtou." logo na primeira linha da primeira página! Foi a primeira resenha que fiz por aqui, e tenho um carinho muito grande por ela.
  2. WE DON'T TALK ANYMORE - Aquele livro que você shippou loucamente algum casal mesmo eles tendo pouca coisa em comum
    Sabe aquela frase que diz que "diferença fortalece a sintonia"? Ela define perfeitamente os protagonista de Eleanor & Park, da Rainbow Rowell.

    Ele é um asiático de uma família perfeitinha, onde os pais se amam e demonstram isso na frente de qualquer pessoa. Ela é um garota um tanto peculiar, que tem uma vida familiar completamente bagunçada e uma relação nada amigável com o padrasto. Enquanto Park consegue passar despercebido pela maior parte do tempo, Eleanor chama muuuuita atenção com seu cabelo ruivo e suas roupas estranhas, por mais que queira ser invisível. De ódio à primeira vista à relação iniciada por compartilharem um lugar lado a lado no ônibus, Eleanor finalmente acaba encontrando alguém que a entende sem precisar de nenhuma palavra.
  3. NO - Um livro que te fez ver as coisas de uma perspectiva diferente
    Um livro que nos faz entender melhor um dos personagens de Extraordinário, da R.J. Palacio, é Auggie & Eu, que reúne 3 contos sob o olhar de alguns personagens que não estão na história magnífica que conhecemos. Um desses contos é O Capítulo do Julian, onde finalmente conhecemos o motivo do "vilão" ser tão idiota com o Auggie. Não que isso justifique as coisas que ele fazia, claro. Mas entender o lado dele nos ajuda a ver as coisas de uma outra maneira.
  4. BLACK BEATLES, CONFESSION & NO PROBLEM - Aquele livro que você e um amigo gostam em comum
    Sabe aquele livro que todo mundo odeia mas você não? Tem coisa melhor do que encontrar alguém que também pensa como você? Pois bem, acho que A Coroa, da Kiera Cass, se encaixa perfeitamente aqui. Se você leu a resenha que Emily fez desse livro, provavelmente lembra que ela prefere livros que tomem um rumo extremamente diferente do esperado.

    E é justamente o que acontece nesse desfecho (que muita gente achou desnecessário) de A Seleção. A princesa Eadlyn Schreave acaba tomando algumas atitudes que, céus, você se surpreende muito. Em algumas vezes, a gente acha que ela vai fazer uma coisa, e um segundo antes, tudo acaba mudando!

    E é exatamente essa a graça da coisa. Ah, tenho que ressaltar que só li esse livro por causa da resenha que a Emily fez, e sempre a chamava no WhatsApp quando alguma coisa bombástica acontecia.
  5. STARVING - Um crush literário que você nunca na vida conseguiria evitar se apaixonar
    Sim, eu comecei esse tópico pensando em um personagem em especial. Não, eu não vou conseguir terminar falando só de um.

    Tem uma frase em A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, da Jennifer E. Smith, que diz: "Será que é possível, de repente, descobrir o tipo de que você gosta, mesmo quando se acha que nem tem um tipo?". E, gente, sério. Descobri que sim. Acho que todos os meus crushs literários tem uma coisa em comum: eles põem as necessidades outra pessoa e a coisa certa a se fazer acima das vontades deles.

    Eikko
    (de A Coroa), Park (de Eleanor & Park), Newt (de Maze Runner) e Oliver (de A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista) são desses.
  6. ONE DANCE/HASTA EL AMANECER - Um livro que te tirou da zona de conforto
    Um livro que não achei que leria foi Labirinto no Escuro, do Luís Dill. Como vocês já devem ter percebido, sou apaixonada por romances, e a última coisa que esse livro tem é isso. Ele é mais um drama, que te segura pela curiosidade de saber o que raios está acontecendo com o personagem, e por que. Além do final, que é meio me ame ou me odeie. Aliás, ele teve uma resenha que ficou entre os posts mais lidos daqui do blog esse ano, viu? Acho que nem preciso dizer o quanto isso me surpreendeu.
  7. ON MY MIND - Um livro que te fez querer dançar de alegria no final
    Gente, como já falei antes, A Coroa, da Kiera Cass, tem um final um tanto inesperado. Tu fica o tempo todo pensando "ela vai fazer isso", e na hora a coisa muda. No final principalmente. E me deu vontade de dançar no final por motivos que eu não posso falar aqui 😜





***


Esperamos que vocês tenham gostado da Tag. Convidamos todos que quiserem a respondê-la, e apreciaríamos ver todas as respostas.


[[camila]]

Comentários

Clique aqui se os comentários não aparecerem.